Últimas Notícias

Prefeitura intensifica ações de combate ao Aedes Aegypti com arrastões de fiscalização nos bairros

Publicado em Quarta, 27 Novembro 2019 15:17
Como parte da campanha de combate ao Aedes Aegypti (mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya), a prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está fazendo arrastões de fiscalização nos bairros com maior índice de focos do mosquito. Nesta quarta-feira, 27, as equipes da Vigilância Epidemiológica passaram pela Vila Acre e Cadeia Velha. Segundo dados da Semsa, Xavier Maia, Esperança e Vila Acre encabeçam o ranking de regiões com maior presença do foco.
 
“Mais de 90% dos criadouros está nas residências, por isso nós estamos dando atenção especial aos bairros mais afetados. Geralmente a gente intensifica essas ações no início do ano, mas como já iniciou o período de chuvas a prefeita Socorro Neri nos solicitou que a campanha fosse antecipada”, explicou o secretário de Saúde, Oteniel Almeida.
 
A Semsa já registrou quase cinco mil casos de suspeita de dengue, desde o início do ano, entre eles dois óbitos. A secretaria avaliou também que há risco de epidemia devido ao aumento de casos, no último mês. Os números variam de 20 a 27 registros, por semana.
 
A aposentada Maria Mirtes de Melo, moradora da Vila Acre há mais de 20 anos contou que “não importa a estação do ano, estou sempre tomando cuidado com a limpeza do meu quintal. Sou inimiga da sujeira. Já peguei dengue duas vezes e acredito que pode ter sido por negligência dos vizinhos que já não são tão cuidadosos assim”.
 
Além dos arrastões, que serão realizados toda quarta-feira, a prefeitura realiza também ações educativas e vistorias em prédios públicos. Mais de 200 equipes devem visitar mais de 180 mil domicílios até o fim da campanha. Além disso, a prefeitura está garantindo que uma frente de limpeza atue nos bairros no descarte e limpeza dos quintais, integrada às equipes da Semsa.
 
 
Paula Amanda, da Diretoria de Comunicação
Fotos Val Fernandes