Rio Branco - Acre, 13/07/2020

banner-trabalhando-hoje-pmrb2BANNER PORTAL TRANPARENCIA novo

Últimas Notícias

Academia de Vida

Os novos Acadêmicos de Medicina do Acre irão preservar a memória da arte de curar às novas gerações

Nelson Liano
Fotos: Marcos Vicentti

A história social e política do Acre podem muito bem ser contadas pelas atuações dos médicos que nesses pouco mais de 100 anos tiveram um papel preponderante na nossa sociedade. Para preservar essa memória foi criada a Academia Acreana de Medicina. Com a presença do vice-governador, César Messias, do prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim, do presidente do Tribunal de Justiça, Pedro Ranzi, do vice-presidente do CRM-AC, José Wilkens Sobrinho e, do presidente da Federação Brasileira das Academias de Medicina, Ernesto Lentz de Carvalho Monteiro, foi empossado o médico, José Amsterdam Sandres, como primeiro presidente da entidade.



O prefeito da Capital, Angelim se disse orgulhoso em poder participar de um evento tão importante. “A saúde no Acre, através dos seus profissionais, tem alcançado um nível extremamente importante. Atualmente existem muitos médicos com mestrado, doutorado. Além disso, temos um curso de medicina, residência médica e, agora, com a academia a classe fica ainda mais fortalecida. A iniciativa é também uma homenagem àqueles que dedicaram a vida à profissão e já se foram e, aos outros que continuam nessa luta incansável pela saúde, para salvar as vidas do povo do nosso Estado,” falou o prefeito.

Também para o vice-governador, César Messias, o reconhecimento do trabalho dos médicos para o desenvolvimento social do Acre é importante.  “É um momento histórico que fortalece a memória daquelas pessoas que tanto já fizeram pela medicina do nosso Estado. Essa Academia vem mostrar que realmente estamos vivendo novos tempos no Acre,” afirmou.

O amor como base do exercício da medicina

Um dos destaques entre os acadêmicos, o médico e senador Tião Viana (PT-AC), criador da Faculdade Medicina da UFAC, foi empossado na cadeira número 15 tendo como patrono, Epaminondas Jacomé, um revolucionário que ajudou na libertação do Acre.

Emocionado, o senador acreano destacou a importância da nova entidade do saber para a sociedade do Estado. “Aqui está a reunião da nossa história com uma sede para que o pensamento médico do Acre de todos os tempos possa ser expressado da melhor maneira através daqueles que escrevem e descrevem as doenças, interpretam e lutam contra elas,”disse ele. Para Tião Viana o ambiente acadêmico vai permitir aos médicos compartilhar de muitas histórias e manter o pacto com a vida humana.



“O encontro da Academia Acreana de Medicina é um passo definitivo para que haja a possibilidade de se falar sobre que há de melhor e mais bonito na história dos médicos do Acre,” afirmou. Ele também sugeriu que todas as áreas de conhecimento façam o mesmo.  “Advogados, dentistas, engenheiros, nutricionistas, deveriam também se reunirem. Assim a gente conta melhor a nossa história e fala melhor do nosso tempo,” disse.

Para o senador a Academia significa a organização da memória social de um lugar. “Se a história da medicina remonta há 10 mil anos, se ela avança todos os séculos, todos os milênios, temos que registrar os paradigmas do conhecimento para fazer mais pela vida humana. Agora, nós vamos poder contar a nossa história para que os outros possam contar a deles e a gente se reúna tendo um centro e colocando a medicina na sua veiculação com o amor às pessoas.  É importante lembrar a frase daquele poeta simples que diz: que o amor é ainda o melhor remédio para curar todos o males do mundo. Medicina tem que ser sinônimo de amor,”concluiu.

Segundo, o presidente da Academia Acreana de Medicina, José Amsterdam Sandres, a entidade é uma maneira de os profissionais que vieram para o Estado agradecerem à população pela acolhida que receberam. “A medicina precisava chegar a esse nível de ter os seus experientes médicos reunidos para poder traçar caminhos, a partir da história do Acre, projetando o futuro para os novos médicos que se formam aqui. Como fui eleito presidente, mais pela bondade dos meus colegas, irei me esforçar para alcançar as finalidades da Academia,” salientou.

O secretário de saúde, Osvaldo Leal, também empossado, disse que a Academia está reunindo pessoas de vários lugares e com diferentes idades e experiências. “Temos aqui ex-secretários de saúde que militaram para organizar a saúde pública do Estado. Como pernambucano é uma honra fazer parte desse grupo  que tem uma grande missão de congregar e revelar a história dos médicos do Acre, como fez o senador Tião Viana no seu livro que homenageia os profissionais que construíram o nosso padrão de medicina. Aqui, nós vamos discutir os grandes temas da saúde para produzir informação qualificada para a sociedade,”afirmou.

O ofício da cura transcende o tempo

Labib Murad, um dos mais antigos médicos acreanos, assumiu a cadeira número um. O médico, que já foi vice-governador do Acre, destacou que a entidade tem por finalidade prestar contribuição cientifica e social para a sociedade. “Nós também poderemos sugerir às autoridades algum caminho que por ventura seja necessário dentro da assistência à saúde pública. Nosso compromisso é de prestar um serviço para darmos a nossa contribuição a todos os setores da vida acreana,” disse.

Um dos médicos que mais chamou atenção foi o convidado de honra da noite, o professor-doutor Ernesto Lentz de Carvalho Monteiro, presidente da Federação Brasileira das Academias de Medicina. Cirurgião com 50 anos de profissão, ainda na ativa, Ernesto Lentz contou que desde criança sempre sonhou em conhecer o Acre.



O médico que vive em Belo Horizonte falou sobre a importância da nova entidade. “Eu entendo que um Estado quando pensa em criar uma academia do ponto de vista médico está bastante amadurecido. Eu tive uma surpresa de encontrar um grupo vibrante de gente nova. Uma grande aquisição para o Acre que demonstra estar se tornando um grande centro médico,” salientou. Quando lhe perguntei como se manter em alta atividade como cirurgião e professor da Universidade Federal de Minas Gerais já com uma idade avançada, a resposta veio com rapidez e simplicidade. “Adoro a medicina, adoro a minha profissão, adoro curar as pessoas.”



 


Galeria de imagens

{phocagallery view=category|categoryid=43|limitstart=0|limitcount=10|detail=0|displayname=1|displaydetail=1|imageshadow=shadow1}


INFORMAÇÕES RIO ACRE

SHOPPING POPULAR

Prefeitura de Rio Branco - Horário de Atendimento: 08h às 18h
Rua Rui Barbosa, 285 – Centro - Rio Branco/AC - CEP: 69.900-901 - Tel.: (68) 3212-7040

    TELECONSULTA - SAÚDE